ENTREVISTA COM A BANDA DIVINA VOX

 

                                                     

A MISTURA PERFEITA ENTRE ROCK   AUTÊNTICO E TEMÁTICA DE QUALIDADE

No ano de 2001 nascia em Porto Alegre uma banda que tinha em seu cast integrantes adolescentes dotados de uma vontade enorme de fazer rock de verdade. Escreviam suas próprias letras até que em 2009 veio o resultado de seus esforços, o lançamento do 1° debut intitulado BIPOLAR onde começava a saciar a sede do vocal/guitarra e violão, Jeferson Vargas e sua trupe seguida por Guilherme Budasky (baixo/vocais) e Rafael Salazar (bateria). Dava início a saga DIVINA VOX… Vale a pena conferir o trabalho do grupo por sua qualidade e temáticas cotidianas sobre sentimentos e comportamentos aleatórios. O Hypnotic Im@ge blog conseguiu uma entrevista exclusiva com o vocalista Jeferson Vargas que revela pontos fortes sobre a banda e curiosidades futuras e ainda nos conta sobre o clip que estão divulgando incansavelmente pelos meios de comunicação. Não deixe de conferir e prestigiar esta grande revelação do cenário nacional.

 Por Cícero Martins

-Qual o significado por trás do nome da banda? E como vocês chegaram a esse título?

O nome da banda surgiu de uma divagação sobre amplificadores de guitarra. Imaginei o quão “divino” seria ter um AC30 da “Vox”, o mesmo que os Beatles usavam. Essas duas palavras me chamaram a atenção. Então pensei em brincar com as palavras “voz divina”, tentando algo que não soasse muito gospel ou brega demais. Depois de alguns minutos pensei em “Divina Vox” – mantendo a palavra “Vox”, que em latim significa “voz”. O nome me pareceu muito sonoro, com um significado meio transcendental, profundo e abrangente. Achamos que o nome tinha impacto e simbolizava um pouco do sentimento que as músicas passam.

-Como surgem as inspirações para criar as letras? E que temática abrange o cd “Bipolar”?

As letras surgem de um sentimento específico ou de alguma coisa que chamou a atenção. Podem surgir através de um livro, um artigo de jornal, um acontecimento pessoal ou de uma simples observação através da janela do ônibus. O cotidiano é a principal inspiração. Geralmente as letras abordam temas sobre as principais preocupações da vida moderna, como amor, traição, tempo, informação, alienação e a crescente falta de contato entre as pessoas. Tudo em um tom simples, poético e profundo, sem que seja forçadamente “intelectualóide” de mais. E é justamente por esse caráter dinâmico que as composições apresentam que o álbum é intitulado “Bipolar”.

-A banda transparece em suas composições influências de metal dos anos 90/2000 e suas letras são uma junção perfeita com o peso e a cadência. Por que a Divina Vox optou por cantar em português?

As letras são em português porque a expressão acontece de forma bem mais natural. O português tem muita musicalidade, mas também é um pouco mais trabalhoso de se encaixar os versos e trabalhar o ritmo. Esse desafio é legal. Além disso, não acreditamos que o rock deva ser cantado em inglês sempre. Respeitamos quem o faça, mas preferimos cantar no nosso próprio idioma e achamos que, da mesma forma que o inglês pode cair bem numa bossa nova, o português pode cair muito bem no rock.

-Como vocês vêem a cena aí em Porto Alegre? E a quantas anda a receptividade da Divina Vox pelo público?

Todos nós sabemos que fazer rock no Brasil é difícil em qualquer cidade. Porto Alegre não é diferente. Temos muitas bandas legais por aqui, mas o mainstream regional é bastante estreito, tendo uma bifurcação definida, com maior aceitação das bandas que exploram as temáticas mod e emo. Mesmo assim a receptividade da banda tem sido cada vez melhor, pois acreditamos no potencial da nossa música. Nosso rock é pop, e queremos compartilhar nossa música com o maior número de pessoas possível. Felizmente, a cada dia a banda conquista mais fãs e reconhecimento, através de seus shows e do single “Falso Rio” que está sendo vinculado em uma rádio de grande audiência (Itapema FM 102.3) e destinado a ser um grande hit da banda.

-Qual a pretensão da banda em termos de estilo musical? Há um público específico para atingir?

Somos uma banda de rock, porém abertos as mais diversas influências que venham a enriquecer o nosso som. Temos uma linha de composição moderna, o que nos ajuda a sempre buscar inovações. A nossa pretensão é fazer boa música e compartilhar com as pessoas. Nosso público é roqueiro em sua maioria, mas muitas pessoas que apreciam outros estilos musicais dizem gostar da banda por terem se identificado com algo ou porque simplesmente entenderam que as músicas são honestas e feitas de coração. Outro ponto importante é que há um apelo popular também, mas acreditamos que ele se manifesta de forma equilibrada e natural. Isso é certamente a influência de uma das nossas maiores inspirações: Os Beatles.

                                                          

-Quem trabalhou na elaboração da capa do Bipolar? E o que esta imagem quer expressar na concepção da banda?

A imagem e o conceito de arte foram idealizados por mim (Jeferson). O Guilherme também contribuiu dando a idéia de acrescentar a mão para dar uma maior movimentação. A fotografia foi feita por Malcoln Robert. A idéia da capa é simples: regando a flor com comprimidos, ela floresce bela e forte. A metáfora simboliza a crescente loucura que é a nossa vida nos grandes centros urbanos, questionando e provocando sobre essa condição de vida. As pessoas estão cada vez mais ansiosas, depressivas e vazias; conseqüentemente, o abuso de medicamentos para tratar ou mascarar esses problemas se tornaram a grande moda do momento.

-E quanto a shows? Como está o calendário da banda? Há convite para vir tocar em São Paulo?

Nós temos um show de lançamento do Clipe “Válvula de Escape” no dia 22/12, no Dhomba Art & Pub em Porto Alegre. A nossa música “Falso Rio” está sendo vinculada nas rádios e os convites para shows estão crescendo bastante. Em São Paulo, estamos negociando datas com cinco casas de shows no momento. Gostamos muito de São Paulo e esperamos tocar na cidade logo!

-Referente à divulgação. Onde a galera pode verificar o trabalho da banda pela internet?

A galera pode conferir o nosso cd, clipe, fotos, informações gerais e agenda através de nossos canais nos links abaixo:

Myspace: www.myspace.com/divinavox

Youtube: www.youtube.com/DivinaVoxOfficial

Twitter: http://twitter.com/Divina_Vox

Facebook: http://pt-br.facebook.com/profile.php?id=100000670943939

-Quanto ao vídeo clip “Válvula de Escape”, conte a respeito.

A idéia era fazer um vídeo simples e direto, mostrando a banda mandando ver ao vivo enquanto alguns takes da gente bebendo em um bar eram filmados. A letra fala sobre fuga, válvula de escape… E acho que a diretora do clipe soube captar bem essa idéia. Foi um trabalho muito legal porque conseguimos um belo resultado com poucos recursos. O pessoal da ESPM é muito competente e produziu um clipe de altíssima qualidade.

-Manifestem suas considerações finais aos leitores do Hypnotic Im@ge blog.

Bem, primeiro queremos dar os parabéns ao Cícero pelas boas perguntas que nos fez. Depois gostaríamos de dizer aos leitores da Hypnotic Im@ge Blog que nos sigam no twitter, facebook, comunidade no orkut, e que acompanhem as novidades e a agenda de shows pelo myspace (www.myspace.com/divinavox). Queremos encontrá-los em nossos shows para muito rock, boa música e diversão! Agradecemos a oportunidade e deixamos um grande abraço a todos!

Jeferson Vargas – Divina Vox

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s